PÁGINA INICIAL > NOTICIAS > IMPRIME > 24735 > AEDES AEGYPTI ��� MILITARES ATUAM NO COMBATE AO MOSQUITO EM QUATRO CIDADES DO RIO GRANDE DO NORTE

AEDES AEGYPTI

Militares atuam no combate ao mosquito em quatro cidades do Rio Grande do Norte

Publicado: 2016-02-18 10:03:58
Com cerca de 7 mil imóveis, São Paulo do Potengi, no agreste potiguar, recebeu a visita de militares da FAB

Com cerca de 7 mil imóveis, São Paulo do Potengi, no Rio Grande do Norte, recebeu a visita de 22 militares da Base Aérea de Natal (BANT) e unidades sediadas. O trabalho realizado na cidade com pouco mais de 20 mil habitantes localizada no agreste potiguar, a 70 quilômetros da capital Natal, encerra nesta quinta-feira (18/02).

Foram realizadas visitas a residências  2T Juliana Lopes

Ao longo de toda a semana os militares da Aeronáutica apoiaram os dez agentes de endemias locais. De acordo com o Prefeito da cidade, José Leonardo Cassimiro de Araújo, a presença da Aeronáutica trouxe credibilidade ao trabalho. “A chegada da Força Aérea deixará um legado de responsabilidade e de compromisso entre a população. Vai receber crédito e ser melhor acolhido o agente de vigilância ambiental e os moradores vão entender que esse combate ao mosquito é muito sério”, destacou.

Em 2015, São Paulo do Potengi registrou um caso confirmado de zika vírus e 65 casos de dengue. Para que a situação não se agrave, organizações civis, como os escoteiros, também atuam juntos aos agentes de saúde, reforçando a campanha de conscientização. “Nossa expectativa é que a sociedade perceba que estamos, realmente, travando uma guerra contra o mosquito e que esse trabalho só terá validade se cada cidadão tomar consciência”, destacou Elielson Vieira da Silva, Supervisor Municipal de Vigilância Ambiental.

O larvicida foi colocado reservatórios não vedados  2T Juliana LopesParnamirim - Na cidade-sede das unidades da FAB no Rio Grande do Norte, o trabalho de combate ao mosquito também continua. Desde o início de janeiro, militares da BANT e unidades sediadas estão nas ruas de Parnamirim, atuando junto aos agentes, para vistoriar todos os imóveis da cidade. Os bairros Jardim Planalto, Parque Industrial e Emaús formaram a área de atuação dos militares da FAB.

Nesta semana, as equipes visitam os bairros de Vale do Sol, Cajupiranga, Nova Esperança, Rosa dos Ventos, Santa Tereza e Bela Parnamirim, Cada dia, entram em campo 40 soldados e um sargento coordenador, para se unir a 20 agentes de endemias do município.

Por dia, 20 militares são enviados para a cidade  2T Juliana Lopes

“A mobilização da população é de suma importância, para que se engaje efetivamente na luta contra o Aedes. Com isso, acreditamos que será possível minimizar, significativamente, os riscos que o mosquito traz a nossa sociedade”, afirmou o Secretário Municipal de Saúde de Parnamirim, Henrique Duarte Costa.

Além de Parnamirim e São Paulo do Potengi, a Força Aérea atua, ainda, nas cidades de Macaíba e Nova Cruz.

Esta é a terceira fase da campanha empreendida pelo Governo Federal contra o Aedes aegypti. A quarta fase prevê a atuação dos militares e das Secretarias de Saúde dos municípios nas escolas, realizando palestras e campanhas de conscientização para os ensinos fundamental e médio. A ideia é transformar alunos em multiplicadores e fiscalizadores do enfrentamento ao mosquito, dentro de suas casas e juntos aos seus familiares.