PÁGINA INICIAL > NOTICIAS > IMPRIME > 3381 > MILITARES BRASILEIROS E COLOMBIANOS FAZEM OPERAçãO DE TREINAMENTO NA FRONTEIRA

Militares brasileiros e colombianos fazem operação de treinamento na fronteira

Publicado: 2009-07-15 10:43:00
Objetivo é estabelecer procedimentos que possibilitem manter eficácia no combate aos tráfegos ilícitos transnacionais

Militares brasileiros e colombianos estão em Letícia para a Operação COLBRA III, exercício conjunto entre as forças aéreas do Brasil e da Colômbia. O objetivo é de estabelecer procedimentos que possibilitem manter eficácia no combate aos tráfegos ilícitos transnacionais, por meio da coordenação operacional entre os órgãos de defesa aérea dos dois países, além de estreitar relações e troca de experiências técnico-profissionais entre os integrantes das duas forças aéreas.

Saiba mais sobre a operação

A Força Aérea Brasileira participa da COLBRA III com cerca de 100 militares e está sediada no aeródromo de São Gabriel da Cachoeira. Radares, aeronaves A-29 Super Tucano, pilotos e controladores preparados são parte da estrutura montada sob a coordenação do Comando Aeroespacial Brasileiro (COMDABRA).

Já a Força Aérea Colombiana está sediada na cidade de Letícia, localizada nas proximidades da fronteira com o Brasil e conta com as aeronaves A-29 SUPER TUCANO, além de radares com capacidade de identificar aeronaves que ingressem naquele território oriundas do Brasil.

Durante a operação, aeronaves C-98 Caravan (brasileira) e C-95 Bandeirante (colombiana) simulam tráfegos irregulares e desconhecidos pelos controladores de voo, cruzando a fronteira entre os dois países. Nesse momento, seguindo procedimentos previstos nas Normas Binacionais de Defesa Aeroespacial (NBDA) vigentes, firmadas por Brasil e Colômbia, controladores militares dos dois países se comunicam e acionam as aeronaves de alerta no respectivo país para onde se direciona o tráfego irregular.

Nesta terceira edição da Operação COLBRA, além do treinamento específico de combate aos voos ilícitos na região de fronteira entre o Brasil e a Colômbia, pilotos e controladores de voo da Força Aérea Brasileira terão a oportunidade de participarem de um treinamento de busca e resgate no território colombiano.

Com esse tipo de treinamento a Força Aérea Brasileira, além de aprimorar o nível operacional dos pilotos e controladores de voo, busca juntamente com a Força Aérea Colombiana coibir os voos ilícitos transnacionais. Dessa forma, as duas forças aéreas aumentam significativamente o poder de vigilância e controle do espaço aéreo da região de fronteira entre o Brasil e a Colômbia, a exemplo do que ocorreu no último dia 3 de junho, quando um A-29 SUPER TUCANO da FAB interceptou uma aeronave proveniente da Bolívia que sobrevoava o espaço aéreo brasileiro, transportando 176 kg de cocaína, obrigando o seu pouso no território brasileiro.