PÁGINA INICIAL > NOTICIAS > IMPRIME > 37929 > REUNI��O COMANDANTE DA AERON��UTICA RECEBE VISITA DO COMANDANTE DO COMANDO SUL DOS EUA

REUNIÃO

Comandante da Aeronáutica recebe visita do Comandante do Comando Sul dos EUA

Publicado: 2021-09-23 16:42:15
Encontro ocorreu nessa quarta-feira (22) com o objetivo de fortalecer a cooperação militar e a interoperabilidade entre Brasil e Estados Unidos

Nessa quarta-feira (22), o Comandante da Aeronáutica, Tenente-Brigadeiro do Ar Carlos de Almeida Baptista Junior, recebeu em seu gabinete, em Brasília (DF), a visita do Comandante do Comando Sul dos Estados Unidos (U.S. Southern Command - Southcom), Almirante Craig. S. Faller.

O encontro teve como objetivo fortalecer a cooperação militar e a interoperabilidade entre Brasil e Estados Unidos. Na oportunidade, foi discutida a possibilidade de parcerias no setor espacial, bem como de exercícios combinados multidimensionais envolvendo os dois países, com a participação de Forças aeroespaciais, navais, de superfície e cibernéticas.  

A reunião contou, também, com a presença do Assessor Civil do Comandante do Southcom, Francisco Palmiere; Subsecretário Assistente de Defesa para o Hemisfério Ocidental, Daniel Erickson; Diretor de Estratégia, Política e Planos (J5) do Comando Sul dos EUA, General Calvert L. Worth; Adido de Defesa dos EUA no Brasil, Coronel Lorenzo Harris; Comandante de Operações Aeroespaciais e Comandante de Preparo, Tenente-Brigadeiro do Ar Sergio Roberto de Almeida; Vice-Diretor do Diretório de Estratégia, Política e Planos (J5) do Comando Sul dos EUA, Major-Brigadeiro do Ar David Almeida Alcoforado; e Chefe da Segunda Subchefia do Estado-Maior da Aeronáutica, Brigadeiro do Ar Paulo Roberto de Carvalho Júnior.

Segundo o Tenente-Brigadeiro Baptista Junior, a reunião foi importante para consolidar as relações entre a Força Aérea Brasileira (FAB) e o Southcom. Além disso, o Oficial-General ressaltou que a cooperação militar entre os dois países tem sido fortalecida no período em que o Almirante Faller está à frente do Comando Sul dos Estados Unidos. Nesse sentido, o Comandante da Aeronáutica destacou os cargos que o Brasil ocupa atualmente no Southcom. Para o Tenente-Brigadeiro Baptista Junior, tais posições mostram a importância da parceria entre a FAB e o Southcom. No caso, a Força Aérea Brasileira está representada pelo Major-Brigadeiro David, que é o Vice-Diretor do Diretório de Estratégia, Política e Planos (J5), e pelo Coronel Aviador Juliano Barros Cota, Oficial de Ligação FAB junto à Décima Segunda Força Aérea dos EUA, componente aéreo do Comando Sul dos Estados Unidos.

Durante a sua visita à FAB, o Comandante do Southcom deixou claro que a cooperação entre os dois países pode ser cada vez mais forte nas áreas de interesse das duas Instituições. Na ocasião, o Almirante Faller frisou que um dos pontos fortes do encontro foi a intensificação do combate ao narcotráfico por meio de acordos bilaterais entre os dois países. Segundo o Oficial-General americano, o Brasil é um dos principais parceiros dos EUA nesse assunto.  O Almirante Faller agradeceu, ainda, a possibilidade de participação de militares dos EUA em treinamentos como o Exercício Conjunto Tápio; bem como agradeceu a presença do Brasil em Exercícios como o Red Flag e o Culminating, ambos realizados pela Força Aérea dos Estados Unidos (USAF).

Além do Comando da Aeronáutica, a comitiva visitou o Comando de Operações Aeroespaciais (COMAE), também em Brasília (DF). As autoridades conheceram a estrutura da Organização Militar, como a Sala de Decisão, onde receberam um briefing sobre as atividades, as missões desempenhadas e os procedimentos em caso de interceptação de aeronave ou busca e resgate, por exemplo. As autoridades ainda visitaram o Centro de Operações Espaciais (COPE), uma unidade que está sob o controle do COMAE.

Medalha da Vitória

Durante a sua visita ao Brasil, o Almirante Faller recebeu, ainda, nessa quarta-feira (22), a Medalha da Vitória. Concedida pelo Ministério da Defesa, a Condecoração destina-se a agraciar militares das Forças Armadas, civis nacionais, militares e civis estrangeiros, policiais e bombeiros militares, organizações militares e instituições civis nacionais ou estrangeiras, que tenham contribuído para a difusão dos feitos dos Ex-Combatentes durante a Segunda Guerra Mundial, participado de conflitos internacionais na defesa dos interesses do País, integrado missões de paz, prestado serviços relevantes ou apoiado o Ministério da Defesa no cumprimento de suas missões constitucionais.

Fotos: Sargento Bianca Viol / CECOMSAER; e Cabo Antônio Oliveira / Ministério da Defesa