PÁGINA INICIAL > NOTICIAS > IMPRIME > 39581 > BICENTEN��RIO DA INDEPEND��NCIA FAB TRANSPORTAR�� CORA����O DE D. PEDRO I DE PORTUGAL AO BRASIL

BICENTENÁRIO DA INDEPENDÊNCIA

FAB transportará coração de D. Pedro I de Portugal ao Brasil

Publicado: 2022-08-13 16:45:08
Em reunião, Comandante da Força Aérea Brasileira e Ministro das Relações Exteriores trataram sobre o transporte da relíquia, que chegará ao país no dia 22 de agosto

Às vésperas do bicentenário da Independência do Brasil, o coração de D. Pedro I será transportado de Portugal ao Brasil nas asas da Força Aérea Brasileira (FAB). O translado da relíquia foi uma das pautas da reunião que aconteceu nessa sexta-feira (12/08), no prédio do Comando da Aeronáutica, em Brasília (DF), entre o Comandante da FAB, Tenente-Brigadeiro do Ar Carlos de Almeida Baptista Junior, e o Ministro das Relações Exteriores, Carlos Alberto Franco França.

Segundo o Ministro Carlos França, é a primeira vez, em 187 anos, que o coração de D. Pedro I deixa a cidade do Porto para uma solenidade no Brasil. “É de grande significado que o país receba o coração do seu libertador. É uma relíquia que ficará exposta, com visitação pública, no Palácio do Itamaraty, de 23 de agosto a 8 de setembro”, explicou.

Ainda de acordo com o Ministro das Relações Exteriores, o transporte do órgão está sendo planejado com muito cuidado e terá todo o apoio da Força Aérea Brasileira. “Se não fosse isso, não conseguiríamos trazê-lo em um voo comercial ou em um voo fretado. E isso é muito simbólico”, pontuou.

O Embaixador informou também que a relíquia será recebida com Honras de Chefes de Estado em Brasília (DF). “E será um elemento catalizador muito relevante para as celebrações do bicentenário da Independência”, completou.

Já o Tenente-Brigadeiro Baptista Junior acrescentou que o encontro foi de grande importância para reforçar a relação entre a FAB e o MRE. “Foi tratado, especialmente, sobre a chegada do coração de Dom Pedro I, relíquia que chegará de Portugal, no dia 22 de agosto, em um avião da FAB, após quase dois séculos. Além disso, o Ministro veio aqui externar o reconhecimento do MRE com relação ao apoio que a Força Aérea dá nas missões humanitárias e em todos os eventos solicitados”, frisou.                        

Fotos: Sargento Müller Marin/CECOMSAER