COPA DAS CONFEDERAÇÕES

Táxi aéreo e aeronaves devem alocar slots

Publicado: 05/06/2013 14:10
Imprimir
Fonte: CGNA

Desde quarta-feira (5/6), as aeronaves que efetuam serviços especializados de táxi aéreo e as da aviação geral (aeronaves particulares) que quiserem voar durante a Copa das Confederações para um dos aeroportos coordenados devem alocar slots ATC (Air Traffic Control). A reserva garante um horário para pouso ou decolagem no aeroporto de interesse entre os dias 13 de junho e 02 de julho.

As aeronaves alocadas têm de apresentar plano de voo completo (FPL) com, no mínimo, 24 horas de antecedência do horário previsto.

A alocação de slot deve ser feita até a zero hora do dia 03 de julho no Sistema Integrado de Slot do Centro de Gerenciamento da Navegação Aérea (CGNA), disponível aqui.  

Serão reservados 10% dos slots para a aviação geral e 80% ficarão disponíveis para a aviação regular, chefes de estado e as seleções de futebol. Os outros 10% serão reservados para as aeronaves do comitê organizador local e autoridades governamentais brasileiras.

No período de uma hora antes e quatro horas após início das partidas, quando as áreas de exclusão aérea de controle terminal (TMA) nas cidades-sede estarão ativas, não haverá disponibilidade de slots para alocação. A medida vale para os 32 aeroportos que serão coordenados durante a Copa das Confederações.

A coordenação de um aeroporto é realizada sempre que a expectativa de demanda tende a ultrapassar a capacidade de um aeródromo. No caso da Copa das Confederações, vai ocorrer sempre dois dias antes, durante e dois dias depois da realização do jogo, período em que deve ocorrer um fluxo maior de voos para estas localidades. Devido à proximidade das datas dos jogos, alguns aeroportos ficarão coordenados durante todo o período do evento esportivo, como é o caso dos aeroportos do Rio de Janeiro, de Minas Gerais e de São Paulo.

Baixe aqui o Guia Prático de Consulta sobre as alterações do espaço aéreo para a Copa das Confederações 2013.