CENTENáRIO

Padroeira dos Aviadores ganha escultura em homenagem da Força Aérea Brasileira

Monumento marca as comemorações dos 100 anos do título de Nossa Senhora de Loreto como Padroeira da Aviação e dos 50 anos do Santuário localizado no Rio de Janeiro
Publicado: 11/04/2020 08:00
Imprimir
Fonte: Agência Força Aérea, por Aspirante Flávia Rocha
Edição: Agência Força Aérea - Revisão: Major Monteiro

Uma escultura da Padroeira dos Aviadores, da Aviação e dos Aeroviários foi instalada nesta sexta-feira (10/04), na Paróquia e Santuário Nossa Senhora de Loreto, em Freguesia, Jacarepaguá (RJ). A obra é uma homenagem da Força Aérea Brasileira (FAB) pelos 100 anos do título de Nossa Senhora de Loreto como Padroeira da Aviação e dos 50 anos do Santuário.

De acordo com Dom Fernando José Monteiro Guimarães, Arcebispo Militar do Brasil, no mundo, as comemorações seguem até 10 de dezembro de 2020, quando é celebrado o Dia de Nossa Senhora de Loreto. “Conta a tradição que a Casa Santa foi transportada da Terra Santa, em Nazaré, na Palestina, para Loreto, na Itália, pelos ares, por anjos. Em 1920, após a Primeira Guerra Mundial, o Papa Bento XV proclamou a Nossa Senhora de Loreto como a Padroeira da Aviação. E isso foi muito bem recebido pelas Forças Aéreas no mundo todo”, salientou.

O Arcebispo destacou, ainda, que a ligação da Santa com a Força Aérea Brasileira tem uma dimensão social e espiritual. “Há um papel humanitário de primeira grandeza, tanto pela importância dos trabalhos realizados pela FAB na defesa do Brasil e na integração nacional, como, por exemplo, com a repatriação de brasileiros vindos da China, devido à pandemia da COVID-19. Todas essas ações enobrecem, tanto a Força Aérea, como os aviadores”, ressaltou Dom Fernando.

O Padre Sebastião, da Paróquia Nossa Senhora de Loreto, explica que ela foi fundada em 06 de março de 1661, e o Santuário foi criado a pedido do então Ministro da Aeronáutica, Marechal do Ar Marcio de Souza e Melo, em 1970. “E, em 2020, por estarmos comemorando o Jubileu dos 100 anos do título de Nossa Senhora de Loreto como Padroeira dos Aviadores, resolvemos pedir ao Comandante da Aeronáutica um monumento que marcasse a presença da Aeronáutica no Santuário”, contou.

“A presença da Aeronáutica é muito importante. É uma marca no mundo todo”, destacou o Padre Sebastião. De acordo com ele, por conta desse período do isolamento social em combate ao novo Coronavírus, não foi possível a realização de uma solenidade oficial nesse momento. No entanto, passada a crise da pandemia, a Paróquia e o Comando da Aeronáutica realizarão uma celebração de inauguração da escultura, com a presença de fiéis, civis e militares.

O Sargento Wilmar Cândido de Almeida, da Ala 2 - Base Aérea de Anápolis, um dos artistas responsáveis pela criação da escultura, explicou que o monumento tem 3,20 metros de altura e a imagem da Santa tem 1,80 metro, coberta por uma capela no formato de uma asa de aeronave. “A imagem de Nossa Senhora de Loreto foi esculpida, inicialmente, na argila. Depois, foi moldada com borracha de silicone e copiada em resina fibrada, com pigmentações nas características originais da imagem da Santa”, detalhou. De acordo com o Sargento da FAB, a obra foi produzida, ainda, por mais dois escultores: Lindomar Cândido de Almeida e Giovani Pires.

Peregrinação no Brasil

Em dezembro do ano passado, o Tenente-Brigadeiro Bermudez acompanhou a visita da imagem de Nossa Senhora de Loreto, Padroeira dos Aviadores, a Unidades da Força Aérea Brasileira (FAB) sediadas em São Paulo (SP) e no Rio de Janeiro (RJ). A peregrinação da imagem que veio ao Brasil também fez parte das comemorações do centenário, que começaram no dia 8 de dezembro de 2019, com a abertura da Porta Santa no Santuário Loreto, na Itália.

Fotos: Divulgação