CONDECORAÇÃO

Militares da Força Aérea Brasileira são agraciados com a Ordem de Rio Branco

Cerimônia ocorreu no Palácio do Itamaraty, em Brasília (DF)
Publicado: 22/10/2020 20:10
Imprimir
Fonte: Agência Força Aérea, por Tenente Cristiane
Edição: Agência Força Aérea - Revisão: Major Monteiro

Militares da Força Aérea Brasileira (FAB) foram agraciados com a insígnia da Ordem de Rio Branco. A cerimônia ocorreu no Palácio do Itamaraty, em Brasília (DF), nesta quinta-feira (22), e contou com a presença do Presidente da República, Jair Bolsonaro; do Vice-Presidente da República, Antônio Hamilton Martins Mourão; de Ministros de Estado, dentre outras autoridades.

A Ordem de Rio Branco é uma insígnia que o Presidente da República atribui a pessoas físicas, jurídicas, corporações militares ou instituições civis, nacionais ou estrangeiras, pelos serviços ou méritos excepcionais. A honraria é uma homenagem ao Patrono da Diplomacia Brasileira, o Barão do Rio Branco, e consta de cinco graus: Grã-Cruz, Grande Oficial, Comendador, Oficial e Cavaleiro, além de uma Medalha anexa à Ordem.

O Chefe de Logística e Mobilização do Estado-Maior Conjunto das Forças Armadas, Tenente-Brigadeiro do Ar João Tadeu Fiorentini, foi um dos militares da FAB condecorados. O Oficial-General recebeu a Ordem de Rio Branco no grau Grã-Cruz, a mais alta condecoração do Itamaraty.

O Vice-Chefe do Estado-Maior da Aeronáutica Major-Brigadeiro Sérgio Roberto de Almeida, ao receber a distinção, destacou a importância da homenagem. "Essa condecoração denota o significativo reconhecimento aos trabalhos que são realizados diuturnamente à sociedade”, comentou.

O Secretário de Economia, Finanças e Administração da Aeronáutica, Major-Brigadeiro do Ar José Augusto Crepaldi Affonso, também foi agraciado. "Assim como os militares, os diplomatas têm um papel essencial na defesa dos interesses do nosso País. Desta forma, um integrante das Forças Armadas receber esta homenagem tem grande significado, porque demonstra que juntos podemos fazer o melhor", disse.

Os militares que participaram da Operação Regresso à Pátria Amada Brasil, quando duas aeronaves da FAB realizaram o transporte de brasileiros que estavam em Wuhan, na China, impedidos de voltar ao País devido ao surto do novo coronavírus, também foram condecorados. O Capitão Médico Paulo Pires Junior, do Instituto de Medicina Aeroespacial Brigadeiro Médico Roberto Teixeira, participou da Operação e falou da importância da honraria. "Enfrentamos todas as adversidades impostas pela pandemia da COVID-19 e não nos furtamos de cumprir o nosso dever. Eu me sinto muito honrado de ser reconhecido e ser agraciado com esta comenda. O sentimento é de dever cumprido", afirmou.

A Sargento Tainan Queiroz Kehl, do efetivo do Grupo de Transporte Especial (GTE), também integrou a equipe que realizou a repatriação dos brasileiros da China. "Para nós foi muito gratificante participar da Operação e, agora, ter o nosso trabalho reconhecido pela Presidência da República,  nos deixa muito felizes", disse.

Condecoração
A Ordem de Rio Branco foi instituída pelo Decreto nº 51.697, de 5 de fevereiro de 1963, com o objetivo de, ao distinguir serviços meritórios e virtudes cívicas, estimular a prática de ações e feitos dignos de honrosa menção.

Fotos: Sargento Bianca Viol / CECOMSAER