ENSINO

FAB promove 10º Simpósio de Sensoriamento Remoto de Aplicações em Defesa (SERFA 2020)

Evento é organizado pelo Instituto de Estudos Avançados (IEAv) e, neste ano, será totalmente on-line
Publicado: 09/11/2020 15:33
Imprimir
Fonte: Agência Força Aérea, por Tenente Letícia Faria
Edição: Agência Força Aérea - Revisão: Major Monteiro

A Força Aérea Brasileira (FAB) realiza, de 2 a 5 de dezembro, o 10º Simpósio de Sensoriamento Remoto de Aplicações em Defesa (SERFA 2020). O evento, que é uma realização do  Instituto de Estudos Avançados (IEAv), é incentivado pelo Ministério da Defesa (MD), conta com apoio do Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial (DCTA) e, ainda, tem como parceiro técnico-científico o Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA). O tema deste ano é “Sensoriamento Remoto e Inteligência Artificial: como computação e crowdsourcing serão o futuro das tecnologias aeroespaciais”. O evento será totalmente on-line, em razão das medidas de enfrentamento ao novo Coronavírus.

O Simpósio reunirá organizações civis, como MundoGEO, parceiro para a divulgação do evento na sociedade civil em diversas áreas que envolvem o uso de sensoriamento remoto, como: geointeligência, geotecnologias, agronegócio, sistemas de vigilância, mapeamento urbano e ambiental, entre outros; Igloo.Network, parceiro para prospecção de startups brasileiras inovadoras atuantes no mercado nacional; e IEEE GRSS & ISPRS, uma das maiores Sociedades Internacionais de pesquisa em Sensoriamento Remoto, bem como militares, as quais representam os diferentes setores do governo, da academia, da indústria e da sociedade. A programação completa pode ser acessada pelo site do Simpósio (clique aqui), onde as inscrições podem ser realizadas.

De acordo o membro da Comissão Organizadora, Tenente-Coronel Aviador Rafael Paes, a maior expectativa para esta edição do Simpósio é o potencial de abrangência e alcance de público. "O Simpósio tem por finalidade estimular a integração da quádrupla hélice (academia, governo, indústria e sociedade) na área de sensoriamento remoto por meio de discussões nos níveis: decisor, técnico-científico, operacional e de mercado/industrial", disse. O Tenente-Coronel Rafael Paes destacou, ainda, que será uma oportunidade para profissionais da área conhecer as tendências tecnológicas baseadas em imagens para a Mobilidade Aérea Urbana e observar soluções inovadoras de startups do mercado brasileiro para a integração de sistemas inteligentes. "E, mais: o público poderá participar das discussões sobre como contribuir para o desenvolvimento de Inteligência Artificial sem a necessidade de saber programar uma linha de código sequer", comentou o Oficial. 

Em 2019, o simpósio alcançou aproximadamente 200 mil pessoas nas redes sociais e foi acompanhado em mais de 20 cidades no Brasil e em países na América do Sul, Europa e Estados Unidos. Para o evento presencial, participaram mais de 500 inscritos, dos mais diversos segmentos da sociedade, assim como palestrantes brasileiros e estrangeiros, além do envolvimento de 15 empresas apoiadoras nacionais e internacionais.

Foto: Divulgação